OCB Março
Psicoativos

Golfinhos viajam passando o baiacu

golfinhos

Golfinhos brisados?

Você certamente conhece a tradição entre os maconheiro(a)s de se fumar em roda, passando o beck sempre pra esquerda, e quem enrolou acende – lei do duende – mas você já imaginou algo semelhante entre os golfinhos?

Calma, calma, não estamos loucos – apenas chapados, mas não com baiacu.

Quem pensa que nossa tradição mencionada é exclusiva de nossa espécie está terrivelmente enganado e se surpreenderá ao saber que seres “‘irracionais'” possuem e praticam uma organização semelhante em ações parecidas.

Alguns seres marinhos, entre eles os golfinhos, também gostam de ficar doidões, de chapar um, de tocar um reggae, de tacar fogo na babilônia, fazer a cabeça, queimar uns neurônios, assim como os seres humanos, tanto em momentos de descontração, para uso recreativo, como em forma medicinal.

Uma produção da britânica BBC1 e exibido pela estadunidense PBS descobriu que, além de outras semelhanças com o ser humano, os golfinhos da espécie Tursiops (conhecidos como golfinhos nariz-de-garrafa) também tem o hábito de ingerir substâncias entorpecentes para se divertir e relaxar. Encontrados também nos mares do Brasil, a espécie ocorre entre a costa nordestina e o RS¹.

Veja a reportagem compartilhada pela agências em suas redes sociais:

 

¹Fonte: Áreas protegidas do Brasil

Comente também!

comentários

Clique para Comentar

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Psicodelizando é mantido pela Psicodelia Minha Doce Esquizofrenia, um portal criado para compartilhar ideias, experiências, arte e ativismo. Estamos em conformidade com a lei e não fazemos apologia a nenhum tipo de substância.

Siga-nos

CIMA